terça-feira, 26 de julho de 2016

CASAMENTO E SEXO, OU, CASAMENTO É SEXO

Premissa número um:quem casa  pretende ter uma vida sexual com o cônjuge.
Premissa número dois: o que faz duas pessoas que moram juntas serem consideradas casadas é o fato de praticarem o sexo entre si.
Premissa número três: quando um dos cônjuges decide não praticar o sexo com o outro cônjuge, a instituição casamento está em dificuldades
A falta de desejo sexual de um parceiro pelo outro, no casamento, tem sido explicada de muitas maneiras, por médicos e psicólogos. Eu explico o sexo como a motivação para a vida íntima e considero que a falta de desejo sexual pelo parceiro está relacionada à desistência desta parte fundamental do casamento. Assim, se os conjuges permanecem juntos sem fazer sexo serão sócios, amigos, mas não cônjuges. Não escrevo aqui marido e esposa porque isso é válido também para casais homossexuais.
O cônjuge que não quer fazer sexo com o outro não o quer porque:
a)já tem outra pessoa
      ou
b)pretende ter outra pessoa
      ou
c)não tem outra pessoa mas não mais ama o outro mais cedo ou mais tarde vai ter outra pessoa

em resumo:este casamento está fadado ao fim.

O cônjuge que não quer sexo força o outro a procurar outra pessoa.

Admitem muitos que os problemas de desejo sejam causados por questões hormonais. Larguei desta teoria após anos e anos de trabalho como sexólogo: cansei de ver homens e mulheres castrados cirurgicamente e com muito apetite sexual: para isso bastava amar seus(suas) parceiros(as),  Sexo, no namoro, significa sedução, no casamento, admiração. Admitem outros que sexo é estética. Larguei desta teoria após ver pessoas sentindo muito desejo por seus cônjuges aleijados, doentes, obesos, envelhecidos, drogados, etc, desde que os amassem.
O parceiro que não tem mais desejo pelo outro deveria pensar muito na separação. Ele, quase sempre está ludibriando o outro, que pacientemente espera pela sua melhora.
Eu excluo aqui os casamentos por interesse ou por violência doméstica, que são situações especiais.
Casamento para mim é sexo e sexo é desejo de intimidade. Desejo de intimidade não é o amor, mas um componente fundamental dele.
Para fazer sexo o que sempre se precisa é motivação para vida entre quatro paredes. A motivaçao está dentro de cada um. Ela se chama também vontade, perseverança, abnegação, altruísmo, embora o limite de tudo seja o fim do amor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

faça seu comentário, ele é importante.